terça-feira, 19 de abril de 2011

Para a Helen

Dirijo-me a todos os seguidores, aos visitantes ocasionais e especialmente à Helen. Aqui deixo mais uns pedacinhos destes sítios, partilho com todos aqueles que me visitam, fotografias que vou fazendo. E, dirijo-me à Helen, fico a torcer para que melhore depressa. E fica aqui, um beijinho para ela.

Um cerejal em flor, e a senhora Celeste a cavar.










Cerejal em flor e a senhora Celeste a cavar a vinha


"Verde que te quiero verde"









Não queria repetir  que adoro estes sítios,  mas nunca é demais dizer o quanto gosto destes caminho, por onde faço as minhas caminhadas, onde escuto o silêncio que é interrompido pela passarada que abunda por aqui.

segunda-feira, 18 de abril de 2011

sábado, 9 de abril de 2011

Passeio pedestre

Após um longo interregno, por motivos de doença, eis que retomo as minhas caminhadas, por estes campos deslumbrantes, cobertos de um  verde intenso... estão  lindos.
Levantei-me cedinho,  e ainda pude espreitar o orvalho pousado na relva do vale e nos lameiros. Milhões de gotículas que brilham ao sol da manhã e que emprestam uma realidade mágica a estes sítios por onde eu caminho. É sublime poder calcorrear sózinha, por estas veredas, por estes caminhos, quando o orvalho ainda repousa por estes campos, e deliciar os sentidos com a  profusão de verdes e com o cântico  dos pássaros. Isto  faz-nos transportar para um mundo mágico. A fotografia é a forma que eu tenho de partilhar essa paisagem linda, e recorto pedacinhos dela através da máquina fotográfica.

Mágicas manhãs orvalhadas